Agilizar seus treinamentos é aumentar o retorno para sua empresa

Tecnologia em treinamentos

Ou em corporativês, diminuir a curva de aprendizado melhora o ROI do seu investimento em treinamentos corporativos. A fórmula para calcular o ROI de qualquer coisa é simples e você deve conhecer: retorno financeiro / valor investido * 100.

Difícil mesmo é mensurar estas variáveis.

O primeiro passo é estabelecer uma metodologia em que todas as áreas da empresa concordem (e manter) para conseguir medir seu investimento nestes treinamentos.

Custos diretos como consultoria, aluguel de sala, hospedagem, iluminação, som, palestrantes, material didático e professores são os principais. Mas existem custos indiretos que devem ser considerados como as horas não trabalhadas dos colaboradores direta ou indiretamente envolvidos no treinamento por exemplo. E esta é a parte fácil.

Agora a encrenca é medir o retorno financeiro. Para isso você precisa incluir não só o aumento na receita das áreas envolvidas neste treinamento mas também deve considerar a parte que não está diretamente envolvida nisto. Qual a porcentagem deste aumento de receita que teve origem em algum fator externo ao treinamento? Uma ação promocional, por exemplo?

Além disto, você precisa incluir ainda quais foram os benefícios deste treinamento. Um exemplo: quantas horas estimadas de tentativa e erro dos colaboradores foram economizadas? Não é fácil, mas é importante para a empresa ter isto medido para tomar suas próximas decisões em relação não só ao treinamento mas também aos rumos do negócio.

Então voltando à formulinha, otimizar o ROI depende unicamente de dois fatores: ou se aumenta o retorno financeiro – que convenhamos, em tempos de crise não está fácil – ou se otimiza o investimento em seu treinamento. E “otimizar” não significa cortar, ao contrário, treinamentos podem ser a saída para a crise.

Sabemos por exemplo que as vagas temporárias de final de ano são uma grande oportunidade para o mercado em geral. Tanto para as pessoas voltarem (ou entrarem) no mercado de trabalho, quanto para as empresas renovando e atualizando seu quadro com sangue novo e colaboradores mais engajados. Neste cenário, treinar rapidamente uma equipe se torna crucial para o bom atendimento e manter a produtividade da empresa.

E é aí que entra a tecnologia para ajudar. Além de facilitar o acompanhamento das métricas, a tecnologia pode ajudar a diminuir o tempo de aprendizado (a gamificação pode motivar ainda mais os funcionários nisso), diminuir a distância entre os colaboradores e principalmente, o custo para sua empresa.