dinheiro

Gamificação no mercado financeiro: oportunidade?

dinheiro

Os bancos estão na era digital isto é um fato. Uns há mais tempo, outros menos mas a realidade é que  mais de 58% das transações bancárias no Brasil já são feitas por internet ou celular. Coloque nesse balaio o e-commerce que deve movimentar mais de R$40 bilhões este ano, mesmo com nosso PIB encolhendo e você começa a ter ideia do tamanho do mercado financeiro digital.

O e-commerce no Brasil completou 20 anos em 2015 e a impressão que eu tenho é que pouco se fez para aproximar o consumidor e facilitar a comunicação e interação com serviços financeiros digitais. Quando olhamos para os bancos, essa situação é pior: bancos não são muito conhecidos pela transparência com seu cliente…

Mesmo com algumas iniciativas boas como o nubank, inovação de verdade não temos ainda. Não sou especialista nisto, mas acho difícil que haja alguma barreira tecnológica em relação a segurança que esteja bloqueando iniciativas mais concretas de aproximar e motivar o consumidor a se engajar mais com estes serviços. Aliás, esta é uma impressão mundial como li no artigo do First Post que deu o gancho pra este post.

E como o próprio artigo sugere, a gamificação pode ajudar. Desde uma estratégia de e-commerce até na relação dos consumidores com os bancos em si. Não estamos falamos simplesmente de pontos e milhagem – como a grande maioria já faz neste mercado – mas de efetivamente criar laços com a marca a longo prazo utilizando a tecnologia que já existe para isso. Um caminho que teve um bom sucesso foi a gamificação para planos de previdências, feita pela SunLife. Mas é uma iniciativa que ainda não está efetivamente internalizada nos serviços financeiros.

Olhando pra frente, os bancos podem ter na gamificação uma potente aliada para educar, motivar e interagir com seus clientes em um mercado gigante e ainda pouco explorado. Para os milhões de clientes no mercado financeiro resta esperar quem vai sair na frente.

E você? Acha que dá pra melhorar a relação com seu banco?

Clique aqui para conhecer o aplicativo Rush